GREVES NO DF

O Distrito Federal vive um verdadeiro caos. A Polícia Civil encontra-se de greve, junto a outros órgãos Distritais como o TJDFT e federais, como o INSS. Estas greves atrapalham a vida das pessoas comuns muito mais do que se espera.

O poder judiciário do DF começou a sentir os reflexos da greve que se arrasta desde o início do ano. As audiências não são realizados, porque as partes não foram intimadas pelos oficiais de justiça. O movimento grevista do judiciário busca reajustes salarias congelados por anos.

Na Polícia Civil, a história se repete, poucos servidores fazem com que as filas de crimes a serem investigados cresça, sem considerar as questões comuns, que não envolvem delitos, mas que precisam da participação da PC. Corpos que precisam de liberação do IML aguardam dias para serem liberados, principalmente em mortes ocorridas nos finais de semana.

Em sua grane maioria, as reivindicações são por melhores condições de trabalho e reajustes salarias, problemas difíceis de encontrarem solução, haja vista o mar de dívidas e contingenciamento de gastos que o poder executivo esta adotando. Separação dos poderes é uma ficção que a muito impera neste país.

OPINE