Ganhei uma Bolsa no ProUni, e agora?

Meus parabéns aos milhares de alunos contemplados com bolsas no Sisu e em especial aos bolsistas do ProUni, sei que não foi fácil conseguir alcançar tal resultado, mas enfim conseguiram, contudo agora estão pela frente as etapas mais difíceis.

Primeira – Comprovar as informações do cadastro: Esta parte faz com que boa parcela dos alunos percam sua pré-seleção. Muitos desavisados deixaram para hoje 09/02/2015 – último dia – para apresentarem os documentos de comprovação, correndo sérios riscos de, faltando algum, de fato perderem a bolsa. Portanto antes de sair de casa, atenção a estas informações. Todo cuidado é pouco nos comprovantes de renda, em especial àqueles cuja comprovação dependa de benefícios governamentais, tais como aposentadoria, pensão, auxílio idoso. É necessário um documento que realmente comprove o benefício, o simples extrato bancário não validará a matrícula. O endereço, deverá ser o mesmo indicado no ato da inscrição, esta informação poderá ser comprovada através de um termo lavrado em cartório com reconhecimento de firma e autenticação. Para comprovar que os pais são separados, no caso deles nunca terem se casado civilmente, é possível através de uma Sentença Judicial que concedeu pensão alimentícia comprovar a paternidade e que os pais não estão “juntos”.

Segundo – Após a aprovação da papelada é só pegar a caneta, caderno e estudar, entretanto, leia com atenção o manual do bolsista, lá conterá informações preciosas de como manter sua bolsa até o término do curso. Muitas faltas ao curso poderão gerar reprovações, estas culminarão na perca da bolsa; só é aceito um desempenho fraco durante todo o curso, e por desempenho fraco entendam, reprovação igual ou superior a 25% das matérias cursadas, em caso de repetência de desempenho fraco a bolsa será cancelada.

Consegui uma bolsa de 50%, mas ainda assim as mensalidades estão altas, o que fazer? Sem problemas, você poderá utilizar o FIES para financiar o restante da mensalidade não contemplada pela bolsa do ProUni, pagando o financiamento somente após a conclusão do curso. Nosso conselho é que optando por utilizar o FIES, não desista do curso, e se prepare para a próxima prova do ENEM, para maximizar seu resultado e nesta nova ocasião, conseguir ser agraciado por uma bolsa de 100%, ou melhor ainda, uma vaga em uma universidade Federal.

Se estiver insatisfeito com a instituição educadora, é possível transferir a bolsa para outra entidade educacional, mas existem critérios específicos, mas de forma genérica, a nota de corte deverá ser igual ou inferior à nota do aluno.

Espero que possam se realizar como profissionais, o mercado de trabalho está cada dia mais acirrado, sejam alunos precisos, estudem com afinco, que a semente plantada trará seus frutos no tempo certo.

OPINE