FOTOGRAFIA – o que é ISO, quais são os seus efeitos?

Sem delongas, vamos responder à questão: “o que é ISO?’

ISO é a sensibilidade do filme ou do sensor, quanto maior for o estímulo do sensor, mais claras serão as fotos, quanto menor a exigência da sensibilidade do sensor, mais iluminação será necessária para balancear corretamente uma fotografia.

Em outras palavras, quanto maior a sensibilidade ou o valor do ISO, mais iluminadas e claras serão as fotografias. A relação causal é que quanto menor o ISO, mais iluminação será necessária, bem como maior tempo de exposição e maior abertura de obturador.

Nossa, tudo está conectado? SIM

Saber o que é o ISO e controlá-lo não é o suficiente. Na verdade, quando você estiver fotografando manualmente, seja em câmeras ou no próprio aparelho celular, o recomendável é reduzir a sensibilidade/valor do ISO o máximo possível para tornar as fotos mais nítidas e definidas. Porém, se ainda assim as fotos estiverem tremidas ou escuras, suba a sensibilidade paulatinamente até encontrar a qualidade desejável.

Entendeu o que é ISO?

Se quer muita qualidade na sua fotografia, o ISO deverá estar na casa do ISO 50 ou ISO 100, ou o mais próximo disso possível, mas para fotografias domésticas é aconselhável que a foto tenha boa quantidade de informações, o que demanda utilizar um ISO maior.

Mas nem sempre ISO baixo é sinônimo de qualidade, pelo contrário, existem fotógrafos que preferem trabalhar com fotos recheadas de RUÍDO, mas essa deformação é vista como técnica e só são aconselhadas como tal.

 

Ruído é o efeito provocado por alta sensibilidade do sensor. A grande maioria dos aparelhos celulares são péssimos com fotografia notura justamente por isso, eles não possuem recursos de abertura do obturador ou abertura da lente, apenas contam com o controle do ISO do sensor, tornando as fotografias de baixa qualidade.

 

Inocentemente, eu acreditava que ter uma câmera boa seria o suficiente para ter fotos excelentes, na verdade não é bem assim. Uma ótima câmera lhe dá a oportunidade de usufruir das técnicas fotográficas, entretanto, é necessário equipamentos e investimentos para tornar as fotos melhores, além é claro de muito estudo.

Técnicas de fotografia extremamente desfocadas só serão possível graças a lentes com abertura F. muito grande, como a lente 50mm f/1.8 ou menor. Por seu turno, fotografias com muito jogo de iluminação necessitarão de flash externo e muita técnica para controlar a fotometria (ajuste da fotografia, exposição, ISO, velocidade do Obturador).

Espero tê-lo feito entender o que é ISO.

Quando dominamos estas técnicas passamos ao próximo nível, esperamos ajudá-lo a prosseguir para o próximo nível, bem como para a próxima matéria sobre exposição e tempo do obturador/abertura. Até breve.

Técnica Strobist, além da qualidade da lente é necessário iluminação artificial para conseguir o resultado.
Técnica Strobist, essa fotografia foi realizada com alta velocidade de obturador mais iluminação artificial.
Foto realizada com lente de abertura, F/1.4, considerada uma alta abertura.

 

Mateus Santana

Graduado em direto pela Universidade Católica de Brasília, em Teologia pela faculdade Phiapi, é amante de tecnologia, filosofia, fotografia e cinema.

OPINE